O processo caracteriza-se pela aplicação de painéis de concreto armado moldados “in loco”, utilizando continuamente a lama bentonítica, cuja função é estabilizar as paredes de escavação e contrabalançar o empuxo devido à ocorrência de lençol freático no terreno.

Execução

A execução da Parede Diafragma deve obedecer as seguintes fases:

  1. Escavação das paredes definidas pelas muretas-guias com a utilização contínua de lama bentonítica – esse procedimento deve ser efetuado com o uso do clam-shell, na largura especificada para a parede e em passos horizontais, não se deixando degraus de grande porte na escavação
  2. Atingida a profundidade estabelecida em projeto, deve ser procedida a limpeza da base da escavação com a retirada de detritos remanescentes
  3. Efetua-se a colocação da armadura dentro do painel – a gaiola de aço deve ser provida de roletes espaçadores, mantendo a posição vertical e os recobrimentos mínimos previstos no projeto
  4. Após a colocação da armadura, efetua-se a concretagem do painel, que inicia-se com a colocação da chapa-junta na extremidade do painel e dentro da verticalização prevista. Procede-se então com a utilização de tubo tremonha, a ser mantido imerso a, pelo menos, 1,5 m na camada de concreto. Com o preenchimento do painel pelo concreto, a lama, com menor densidade, sobe, sendo bombeada para fora da lamela e estocada no silo específico. A concretagem do painel deve ser processada com a maior brevidade possível, evitando eventuais instabilizações. Contudo, caso haja interrupção de um dia para outro, deve-se providenciar a troca da lama antes de reiniciar o procedimento.
  5. Imediatamente após o endurecimento do concreto, as chapas-juntas deverão ser removidas

Controle de Qualidade

O controle de qualidade desse processo compreende:

  • Verificação do slump de cada caminhão betoneira que chegar para a concretagem das lamelas, uma vez que a bentoníta a ser utilizada no preparo da lama deve atender às especificações extraídas da NBR 6122;
  • Elaboração de registro completo da execução de cada painel;
  • Acompanhamento da concretagem para verificação dos volumes efetivos do concreto, em comparação com os volumes previstos;
  • Estimativa das espessuras efetivas da parede;
  • Avaliação da presença de locas ou erosão, devido aos desbarrancamentos ocorridos.

Características

Apresenta quase total ausência de vibração;

Não causa sensíveis descompressões ou modificações no terreno, evitando assim, danos às estruturas existentes;

Alcança profundidades abaixo do nível da água;

Há a possibilidade dos vários painéis fazerem parte da estrutura permanente;

Serve como contenção de escavações profundas.